Sexta, 12 de Abril de 2024
22°C 29°C
Alagoinhas, BA
Publicidade

Agricultura familiar desenvolve produtos de fácil consumo e alto teor energético como opção para quem vai curtir o Carnaval

Produtos atendem a demanda pegue e leve: o consumidor adquire o alimento, e pode consumir a caminho dos compromisso O post Agricultura familiar des...

07/02/2024 às 16h34
Por: Redação Fonte: Secom Bahia
Compartilhe:
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Durante o mês de fevereiro, a população baiana e turistas de todo o mundo desembarcam em Salvador e em outras cidades baianas para prestigiar este grande momento de festa. Para curtir os dias com sabor e energia, a agricultura familiar da Bahia já tem os lanches perfeitos para manter a energia em alta durante os dias de folia.

Diretamente do norte da Bahia, da Cooperativa Agropecuária Familiar de Canudos, Uauá e Curaçá (Coopercuc), os doces de massa de umbu de 25 gramas podem ser adquiridos para quem não quer perder a folia sem sentir o sabor agridoce do umbu. Nos sabores de umbu, umbu com banana e umbu com goiaba, eles foram desenvolvidos segundo a tendência grab and go, como explica o gerente comercial da cooperativa, Dailson Andrade.

“Grab and go pode ser traduzido de forma literal como “pegue e leve”. Na prática, significa que o consumidor adquire seu alimento, pronto e embalado, e pode consumir a caminho dos seus compromissos. Nessa perspectiva, a embalagem atende a esse conceito, trazendo o gosto do umbu, uma textura firme, cor escura e o azedinho que encanta a todos”, enfatizou Dailson.

Do Sudoeste Baiano, mais especificamente do Vale do Jacaré, em Condeúba, a iguaria para ser o pit stop do Carnaval é a rapadurinha da Associação dos Pequenos Produtores de Rapadura e Derivados da Cana-de-Açúcar do Vale do Jacaré. Por lá, a produção foi intensificada em 2023 após a requalificação da agroindústria de derivados de cana de açúcar e hoje produz rapaduras de 15 gramas, 25 gramas e um quilo.

“Aqui nós temos um Vale, chamado Vale do Jacaré, que vem de uma tradição de mais de 200 anos com rapadura e as rapaduras aqui sempre deram boas. A aceitação no mercado é ótima, inclusive a de 15 gramas, que o público vem se acostumando a comprar”, informou o presidente da Associação, Marizé Alves.

Já do Semiárido baiano, em Ribeira do Pombal, a Cooperativa dos Apicultores de Ribeira do Pombal (Coarp) investe nos produtos derivados das abelhas, em especial, o mel em sachê, fácil de transportar e repor a energia. “O nosso mel em sachê é prático para o consumo, então, os foliões vão conseguir manter a energia corporal, a glicose, as calorias e carboidratos necessários para que possam curtir sem se preocupar, pois eles cabem no bolso”, comenta a coordenadora da cooperativa, Taiane Paixão.

Para abastecer o seu bolso com os lanches da agricultura familiar, basta passar no Empório da Agricultura Familiar no Mercado do Rio Vermelho em Salvador e adquirir estes e outros itens como barras de cereais, chocolates 70% cacau, café, bebida de guaraná com açaí e muito mais. Além da loja conceito, que comercializa cerca de 300 produtos de todos os territórios da Bahia, o Empório conta com um restaurante de comidas afetivas, que reforça o sabor e a energia da agricultura familiar para os dias de festa. Aproveite e encha o carrinho para o Carnaval.

Além do Empório, estes produtos podem ser encontrados no Armazém da Caatinga em Juazeiro, no Empório Nordestino em Vitória da Conquista, na loja Sabores da nossa Terra em Feira de Santana e Armazém da Agricultura Familiar em Serrinha.

Fonte: Ascom/CAR

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias