Sexta, 23 de Fevereiro de 2024
22°C 30°C
Alagoinhas, BA
Publicidade

Carteirada? Delegada da Polícia Civil da Bahia é acusada de tentar "furar fila" para confecção de identidade profissional

Segundo publicação no Diário Oficial do Estado, a delegada acusada seria Dircea Maria Cruz de Oliveira.

06/12/2023 às 07h57
Por: Redação Fonte: Bahia Noticias
Compartilhe:
Foto: Pedro Moraes/GOVBA
Foto: Pedro Moraes/GOVBA

Um processo administrativo disciplinar na Polícia Civil tem movimentado os bastidores da corporação desde a última semana. Com prazo de 60 dias, o processo busca apurar a responsabilidade de uma delegada civil que teria tentado dar uma "carteirada" na última semana. 

Segundo publicação no Diário Oficial do Estado, a delegada acusada seria Dircea Maria Cruz de Oliveira. Informações obtidas pelo Bahia Notícais dão conta que, durante a fala da delegada, em busca de "furar a fila" por conta do cargo que ocupa, toda cena teria sido presenciada por um homem que integra a corregedoria da Polícia Civil, fato que teria dado maior robustez na apuração. 

"Teria se valido do cargo que ocupa para tentar obter prioridade no atendimento em relação aos servidores que se encontravam na fila para confeccionar a nova identidade funcional da Polícia Civil do Estado da Bahia e ao ser informada da inexistência de preferência em relação ao cargo exercido, disse à servidora que ela atuava em um 'carguinho', manifestando em tese, desprezo pela posição ocupada pela vítima", indica o processo. 

O fato, ocorrido no último dia 30 de novembro, teria sido consumado na sede da Polícia Civil da Bahia, na Praça da Piedade. A Corregedoria agora irá apurar a materialidade do fato, podendo a conduta da delegada ser enquadrada na infração disciplinar da Lei Orgânica da Polícia Civil do Estado, onde é vedado "prevalecer-se, abusivamente, do cargo ou da função que ocupa" ou "praticar ato lesivo à honra ou ao patrimônio da pessoa, natural ou jurídica, abuso ou desvio de poder". 

Além disso, a conduta também infrigiria o Estatuto do Servidor Público do Estado da Bahia, que prega que os servidores devem "tratar com urbanidade as pessoas".

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias