Sexta, 23 de Fevereiro de 2024
22°C 30°C
Alagoinhas, BA
Publicidade

Hospital Materno-Infantil, em Ilhéus, ultrapassa marca de mais de 6 mil partos em dois anos

O novo serviço facilitará o acesso da população, em especial dos portadores de imunodeficiência congênita ou adquirida e de outras condições especi...

06/12/2023 às 21h46
Por: Redação Fonte: Secom Bahia
Compartilhe:
Foto: Leonardo Rattes/Sesab
Foto: Leonardo Rattes/Sesab

Ao completar dois anos nesta quarta-feira (6), o Hospital Materno-Infantil Dr. Joaquim Sampaio, em Ilhéus, passa a contar com um Centro de Referência para Imunobiológicos Especiais (Crie). A inauguração foi feita pela secretária da Saúde do Estado, Roberta Santana. O novo serviço facilitará o acesso da população, em especial dos portadores de imunodeficiência congênita ou adquirida e de outras condições especiais de comorbidade, ou exposição a situações de risco, aos imunobiológicos especiais para prevenção das doenças que são objeto do Programa Nacional de Imunizações (PNI).

O Crie funcionará no ambulatório do hospital, atendendo de forma personalizada o público que necessita de produtos especiais, de alta tecnologia e alto custo adquiridos pelo PNI. Para fazer uso desses imunobiológicos, é necessário apresentar a prescrição com indicação médica e um relatório clínico sobre o caso. Essas indicações são avaliadas pelo médico ou enfermeiro responsável, com bases em normas, e assim os imunobiológicos são dispensados.

A secretária Roberta Santana destacou o importante trabalho que a unidade vem fazendo ao longo destes dois anos. “Quando a gente fala em 6 mil partos, a gente está falando em famílias que tem a sua alegria renovada. Cada procedimento aqui realizado é um cidadão acolhido com suas necessidades de saúde atendidas”, apontou Roberta Santana.

Mais de 6 mil nascimentos

Em dois anos de funcionamento, mais de 6 mil bebês nasceram no Hospital Materno-Infantil Dr. Joaquim Sampaio. Antonella é o nome do bebê de número seis mil da maternidade. Ela nasceu no dia 1º de dezembro, no Centro de Parto Normal (CPN) da unidade hospitalar. Antonella é a primeira filha do casal Missieli de Souza Ferreira e Lucas Porto Barbosa, residentes em Maraú. Durante o procedimento, prevaleceu a vontade de Missiele de que fosse um parto natural. “Fiquei maravilhada com tudo que vi por aqui. O atendimento, os detalhes, tudo perfeito”, elogiou. Antonella é tataraneta de uma mulher indígena, da etnia Tupinambá.

Ao longo destes dois anos, foram mais de 12.300 internações e mais de 417 mil exames. Referência para 20 municípios, o hospital conta com 105 leitos de internação, sendo 10 de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal e 25 de semi-intensiva. A unidade está estruturada para a assistência ao parto de risco, gestação de alto risco, cuidado intensivo e intermediário neonatal e cuidado intensivo e clínico às crianças.

Além da realização de partos e da internação, o hospital oferta atendimento ambulatorial especializado em pré-natal de alto risco, consultas especializadas em obstetrícia, enfermagem, nutrição e psicologia. O serviço de pediatria está estruturado com equipes profissionais, instalações físicas e equipamentos adequados à prestação de assistência em caráter de urgência aos agravos mais prevalentes em criança e adolescente, garantindo ainda procedimentos cirúrgicos, em caráter de sobreaviso e cuidados intensivos pediátricos.

Para a diretora do hospital, Domilene Borges, a unidade tem feito uma grande diferença para toda a região. “Conseguimos dar uma assistência com qualidade nas áreas de obstetrícia e pediatria. Ofertamos atendimento de alta complexidade aqui em Ilhéus, fazendo com que a maior parte das questões envolvendo essas especialidades não precisem ser deslocadas para outras regiões”, destacou Domilene Borges.

Mais assistência

Ainda em Ilhéus, a secretária da saúde, Roberta Santana, conferiu a finalização da montagem e instalação dos equipamentos da Policlínica Regional do Consórcio Interfederativo de Saúde das Terras do Cacau. A policlínica será a 26ª entregue pelo Governo do Estado. A nova unidade, que será inaugurada ainda este ano, atenderá 10municípios. Além dos habitantes de Ilhéus, os atendimentos serão ofertados para moradores de Canavieiras, Coaraci, Gongogi, Itacaré, Marau, Santa Luzia, Ubaitaba, Una e Uruçuca. Para a construir e equipar a policlínica, o Governo do Estado investiu R$ 35,2 milhões entre obras e equipamentos.

A Policlínica irá atender consultas especializadas em Angiologia, Cardiologia, Endocrinologia, Gastroenterologia, Neurologia, Otorrinolaringologia, Oftalmologia, Urologia, Pequenos Procedimentos Cirúrgicos, Ginecologia, Pneumologia, Dermatologia, Reumatologia, Anestesia e Ortopedia. Especialidades não médicas: Farmácia Clínica, Enfermagem, Psicólogo e Nutricionista e exames de MAPA, Holter, Ecocardiograma, ergometria, eletrocardiograma, eletroencefalograma, endoscopia digestiva, mamografia, ultrassonografia, doppler, RX, Ressonância Magnética e Tomografia.

Outro novo equipamento de saúde inspecionado por Roberta Santana foi a Unidade Básica de Saúde – UBS Tipo III no Banco da Vitória. Para construir e equipar a UBS, que será entregue para gestão do município, o Governo do Estado investiu R$ 5,6 milhões. A UBS também será entregue ainda este ano.

Fonte: Ascom/Sesab

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias