Sexta, 23 de Fevereiro de 2024
22°C 30°C
Alagoinhas, BA
Publicidade

Shein lança seção de “Lojas de Moda” para apoiar os vendedores brasileiros

A categoria visa dar maior visibilidade aos vendedores de moda nacional

06/12/2023 às 14h05
Por: Redação Fonte: Mercado&Consumo
Compartilhe:
Shein lança seção de “Lojas de Moda” para apoiar os vendedores brasileiros

Com o objetivo de consolidar e expandir seu ecossistema no Brasil, a Shein anunciou a criação de uma seção em seu aplicativo e site para apoiar marcas de roupas brasileiras, visando dar maior visibilidade aos vendedores de moda. Ao aderirem à categoria “Lojas de Moda”, os vendedores podem agrupar todos os seus produtos em um só lugar, destacando-se como marcas de moda para os clientes da Shein no Brasil.

As Lojas de Moda foram desenvolvidas para impulsionar as vendas dos vendedores brasileiros que utilizam a plataforma da Shein. Elas oferecem um espaço personalizado no aplicativo e no site, aumentando a exposição da loja aos consumidores. Isso leva a um aumento no tráfego, o que por sua vez resulta em um maior volume de vendas.

Shein lança seção de "Lojas de Moda" para apoiar os vendedores brasileiros
Raul Jacob, diretor de Marketplace da Shein

“Sabemos que muitos dos pequenos empreendedores não têm capital para investir na profissionalização do negócio e foi isso que também nos motivou a lançar as Lojas de Moda. Com a iniciativa, vamos acelerar o crescimento desses vendedores e apoiá-los com as ferramentas necessárias para fazer com que sejam reconhecidos como grandes marcas de moda”, afirma Raul Jacob, diretor de Marketplace da Shein.

Além disso, os vendedores têm a oportunidade de participar das campanhas orgânicas dos influenciadores digitais associados à marca, divulgando seus produtos nas redes sociais fora do ambiente da Shein. A empresa também oferece suporte aos vendedores, fornecendo dados que mostram o comportamento do consumidor, incluindo suas preferências de compra e estilo.

Compromisso com o Brasil

Em 2023, a Shein lançou seu marketplace no Brasil, contando atualmente com mais de 10 mil vendedores, o que representa quase metade das vendas totais no País. Estima-se que até 2024, as Lojas de Moda comporão 50% das vendas de vestuário no marketplace.

“Nossa meta para as Lojas de Moda contribui para acelerar ainda mais nosso compromisso firmado com o Brasil no início deste ano. Queremos apoiar empreendedores de todo o País e ajudá-los a se tornarem marcas de moda reconhecidas, o que é um diferencial da empresa”, completa.

A Shein anunciou em abril deste ano um compromisso significativo com o Brasil, com o objetivo de modernizar a produção têxtil e transformar o país em um centro de exportação para a América Latina. A empresa espera que 85% de suas vendas sejam provenientes de produtos locais até 2026, incluindo tanto a produção têxtil brasileira quanto os itens disponíveis no marketplace.

Imagens: Shutterstock e Divulgação

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias